Método de Gram

Publicado: abril 6, 2011 em Uncategorized

1.Introdução

O método de Gram é uma técnica de coloração, utilizar para corar diferencialmente microorganismos com base na composição química e integridade da sua parede Celular. Esse método foi desenvolvido pelo bacteriologista dinarmaquês Hans Christian Gram.

 

2. Hans Christian Gram

Hans Christian Gram

Hans Christian Joachim Gram (13 de setembro de 1853 – 14 de novembro de 1938) foi um bacteriologista da Dinamarca. Era filho de Frederik Terkel Julius Gram, um professor de jurisprudência, e Louise Christiane Roulund. Gram estudou botânica na Universidade de Copenhagen e foi assistente em botânica do zoólogo Japetus Steenstrup. Seu interesse por plantas o introduziu às bases da farmacologia e o uso do microscópio.

Entrou na Escola de Medicina em 1878, graduando-se em 1883. Em Berlin (1884) desenvolveu um método para colorir e distinguir entre duas classes de bactérias, a Técnica de Gram, que ainda hoje é um procedimento padrão na microbiologia.

 

3. Parede Celular

A parede celular é uma extrutura extracelular que envolve células, sendo composta por diferentes substâncias dependendo do organismo. É uma estrutura que confere proteção à célula pela sua rigidez.

Quase todos os procariontes apresentam parede celular.  No Reino Bactéria, a parede celular é sempre de peptideoglicano (polímero de aminoácidos e dissacarídeos). Nas Arqueas, por outro lado a composição da parede celular varia nas diferentes espécies, podendo ser, por exemplo, de polissacarídeos complexos associados a proteínas, mas não há peptideoglicano.

Algumas poucas espécies de arqueas e de bactérias não têm parede celular. Dentre as bactérias há os micoplasmas, parasitas que podem viver dentro das células ou fora delas. A espécie Mycoplasma pneumoniae, por exemplo, causa uma forma branda de pneumonia, e espécies do gênero Spiroplasma provocam doenças em plantas.

Parede celular

 

4. Coloração de Gram

A coloração de Gram foi desenvolvida em 1884 pelo bacteriologista dinamarquês Hans Christian Gram e permite a classificação dos procariontes em dois grandes grupos: gram-positivos e gram-negativos.

Por essa técnica, um esfregaço de células procarióticas fixadas pelo calor recebe o corante cristal violeta e, depois, o lugol (à base de iodo). Essas duas substâncias se combinam no citoplasma da célula procariótica, que passa a ter coloração violeta-escura ou púrpura. A seguir, adiciona-se álcool, que tem a capacidade de descolorir as células que foram coradas. No entanto, nem todas as células ficam coradas. As que perdem a cor são chamadas de gram-negativas e as que não perdem cor são chamadas gram-positivas. Para vizualizar as gram-negativas, adiciona-se à preparação um corante que cora de rosa ou lilás as células dessas bactérias.

Técnica de Gram

Diferenças estruturais na parede celular dos procariontes afetam a retenção ou o escape da combinação entre o corante violeta e o iodo, quando se adiciona o álcool. Nas bactérias gram-positivas, essa retenção se deve à presença de parede celular formada por uma camada espessa de peptideoglicano. Nas bactérias gram-negativas, a parede celular apresenta camada delgada de peptideoglicano, associada a uma camada mais externa de composição lipoprotéica.

Estrutura da Parede Celular de Bactérias

5. Importância do Método de Gram

A coloração de Gram é um dos mais importantes métodos de coloração utilizado em laboratórios de microbiologia e de análises clínicas, sendo quase sempre o primeiro passe para a caracterização de amostras de bactérias.

A coloração de Gram é um método rápido para se identificar o tipo de bactéria que está causando uma certa infecção. Exemplo: Se a bactéria for gram-positiva, o médico opta por uma linha de antibióticos. Se for gram-negativo, escolhe outra linha.

 

6. Vídeos

7.Referências

LOPES, Sônia; ROSSO, Sérgio. Biologia: volume 3 – 2ª ed. – São Paulo:  Saraiva, 2010

http://pathmicro.med.sc.edu/portuguese/bact-mem-port.jpg

http://www.iqb.es/historiamedicina/personas/bpics/gram.jpg

http://www.medicinageriatrica.com.br/wp-content/uploads/2008/09/bacterias.jpg

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s